Monthly Archives: agosto 2017

Saiba estas 4 coisas para não sofrer com a menopausa

A menopausa é o período pelo qual a mulher tem mudanças hormonais, saindo de sua fase produtiva. A grande questão é que muitas sofrem os efeitos da menopausa, sentindo ondas de calor, cansaço, alteração da memória, dentre outros.

O corpo realmente passa por transformações, entretanto, algumas delas podem ser amenizadas quando se adota alguns cuidados. Veja algumas dicas do que fazer para ter uma boa qualidade de vida durante essa fase.

  1. Realize exercícios físicos

Os exercícios são um ótimo aliado para reduzir os sintomas da menopausa, fazendo com que se manifestem com menor intensidade. Eles também ajudam a fortalecer a musculatura, preservando os ossos que tendem a sofrer mais com a osteoporose à partir desse momento.

Além desses benefícios, os exercícios ajudam na liberação de alguns hormônios, o que faz com que a sensação de bem-estar aumente.

  1. Coma os alimentos certos

Uma alimentação saudável é recomendada por toda a vida e quanto antes ela for iniciada, menor será o impacto da menopausa. Entretanto, nunca é tarde para mudar os hábitos alimentares, por isso, é preciso se atentar ao que coloca no prato.

A soja é bastante conhecida por auxiliar no equilíbrio hormonal, assim como a aveia, folhas verdes, abacates e outros alimentos. Ingeri-los em uma quantidade adequada por ter um efeito bastante benéfico.

Outra preocupação é com a diminuição de memória, essa além de ser estimulada, precisa ser alimentada. Os alimentos ricos em ômega 3 como os presentes nos peixes, fibra e brócolis, farão com que o seu cérebro continue funcionando.

Já para combater a osteoporose, nada melhor do que aumentar a ingestão do cálcio.

  1. Durma bem

Dormir é essencial para que o corpo continue com energia e cérebro funcionando bem. Noites em claro podem contribuir para a confusão mental e potencializar os sintomas desagradáveis da menopausa.

  1. Faça a reposição hormonal

Hoje é possível fazer a reposição hormonal com o acompanhamento médico. Converse com esse profissional sobre o seu caso e veja se há necessidade de tomar medicamentos que auxiliem.

Vale ressaltar que a reposição hormonal não é obrigatório, sendo indicada apenas para algumas pacientes.

Outras Dicas: